Daddy Yankee, cantor de 'Despacito', roubado por imitador

Papai ianque. Foto: AFP

Um ladrão que se fingiu de Daddy Yankee roubou dois milhões de euros em joias do cofre do quarto do astro do reggaeton na Espanha, disseram seus representantes e a mídia local na quinta-feira.



O cantor de 41 anos, mais conhecido por sua cativante canção de dança de verão 'Despacito', que ele canta junto com o cantor porto-riquenho Luis Fonsi, 'foi vítima de um roubo enquanto estava fora de seu hotel em Valência', no leste Espanha, disse seus representantes, Nevarez PR, em uma mensagem no Twitter.

'Não haverá mais declarações para não atrapalhar a investigação de forma alguma', acrescentou Nevarez PR. O próprio cantor não fez menção ao roubo nas redes sociais, onde tem milhões de seguidores.

Ramon Luis Ayala, mais conhecido como Daddy Yankee, relatou o roubo de diamantes e pedras preciosas do cofre de seu quarto de hotel à polícia na terça-feira à noite, informou o jornal local online Las Provincias.

Uma porta-voz da polícia local em Valência confirmou que estava investigando um roubo de joias e dinheiro em um hotel na cidade mediterrânea na terça-feira, mas não quis identificar o nome da vítima.

Segundo Las Provincias, um homem que se apresentava como Daddy Yankee, o nome mais conhecido do reggaeton, pediu a um funcionário de um hotel que abrisse o cofre do quarto do cantor. Ele então tirou dois milhões de euros em joias do quarto.

O homem também pegou joias e dinheiro de outros quartos de hotel onde os membros da tripulação de Daddy Yankee estavam hospedados, de acordo com o jornal.

A polícia questionou Daddy Yankee e sua equipe, bem como funcionários do hotel, e inspecionou o quarto, mas não encontrou impressões digitais ou outras pistas, acrescentou.

Daddy Yankee deu um show em Valência no domingo, como parte de uma turnê europeia.

Recomendado